Siga-nos!

Internacional

Estado Islâmico reivindica ataque que deixou 16 mortos na Síria

Entre os mortos estavam quatro soldados americanos

Publicado

em

Atentado na Síria
Atentado na Síria. (Foto: AFP)


O Estado Islâmico reivindicou o ataque realizado em Manbij, no Norte da Síria, que deixou 16 mortos, incluindo quatro soldados americanos.

A explosão teria acontecido em um restaurante onde tropas americanas, francesas e curdas se reuniam para discutir um esquema de segurança para a cidade.

De acordo com testemunhas, um homem com uma jaqueta carregada de explosivos foi o responsável pelo ataque que causou grande destruição. Este acabou se tornando o ataque com maior número de vítimas desde 2015 naquela região.

A coalização liderada pelos EUA que enfrenta o Estado Islâmico na Síria confirmou a morte dos soldados declarando que “membros do serviço americano foram mortos durante uma explosão, enquanto conduziam uma patrulha de rotina”.

O atendado acontece diante da tentativa dos EUA retirarem suas tropas e a Manbij, controlada por combatentes curdos, sofre com ameaças da Turquia que já prometeu atacar a cidade assim que os americanos deixarem a região.



Publicidade
Publicidade