Siga-nos!

Educação

Estado americano exige que escolas ensinem sobre comunidade gay

Conservadores alertam que a ação pode despertar nas crianças dúvidas sobre sua própria sexualidade

Avatar

em

Drag queens nas escolas
Drag queens ensinam em escolas americanas. (Foto: CBN)
Publicidade

Nos Estados Unidos, Nova Jersey se torna o segundo estado, depois da Califórnia, a exigir que as escolas públicas insiram os seguintes temas na programação educativa: inclusão para pessoas com deficiência e comunidade LGBT.

De acordo com o canal CNN, a medida foi assinada pelo governador Phil Murphy, na quinta-feira (7) e modelada após uma lei similar aprovada na Califórnia, em 2011.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

Os conselhos de educação daquele Estado devem adotar agora “instruções que retratem com precisão as contribuições políticas, econômicas e sociais de pessoas com deficiência, bem como lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros”.

Murphy, que é democrata e do partido de esquerda dos EUA, disse que estava “honrado” em assinar uma lei que tornará obrigatório o ensino “sobre as ricas contribuições e conquistas de nossa comunidade LGBT e de pessoas com deficiências”. Para ele, a ação vai contribuir na construção de comunidades mais tolerantes.

É prevista a atualização de livros didáticos até 2020. A lei não se aplica a escolas privadas. Organizações conservadoras se manifestaram dizendo que tais exigências tiram o poder dos pais e podem encorajar as crianças a questionar sobre sua sexualidade.

Publicidade

Cris Beloni é jornalista, teóloga e pesquisadora apaixonada pela Bíblia. Desenvolveu um trabalho de Jornalismo Investigativo Bíblico e é autora do livro Derrubando Mitos.