Siga-nos!

Política

Escola Sem Partido: doutrinação nas escolas será discutida em audiência no Congresso

Esta é uma iniciativa conjunta de estudantes e pais preocupados com o grau de contaminação ideológica das escolas brasileiras

Publicado

em



Na próxima terça-feira, 24, a Comissão de Educação da Câmara Federal realizará a primeira audiência pública voltada à discussão da doutrinação política e ideológica nas escolas e universidades. A audiência será transmitida ao vivo em link disponível no Gospel Prime.

Um dos convidados é o advogado Miguel Nagib, fundador da ONG Escola Sem Partido, uma iniciativa conjunta de estudantes e pais preocupados com o grau de contaminação ideológica das escolas brasileiras, em todos os níveis: do ensino básico ao superior.

O objetivo do Escola Sem Partido, explicou Miguel Nagib, é dar visibilidade a um problema gravíssimo que atinge a imensa maioria das escolas e universidades brasileiras: a instrumentalização do ensino para fins políticos, ideológicos e partidários.

“A pretexto de transmitir aos alunos uma ‘visão crítica’ da realidade, um exército organizado de militantes travestidos de professores prevalece-se da liberdade de cátedra e da cortina de segredo das salas de aula para impingir-lhes a sua própria visão de mundo”, afirma.

O advogado de Mogi das Cruzes (SP) está otimista com a abertura conquistada na Câmara Federal, após anos de muitas batalhas em todo Brasil, e acredita que a audiência pública abre o caminho para uma lei nacional contra a doutrinação.

Damares Alves, pedagoga e assessora jurídica da Frente Parlamentar Evangélica, também destacou o ineditismo da audiência pública. “É a primeira vez que o Congresso abriga uma discussão nacional sobre a doutrinação imposta sobre nossas crianças e jovens. É um evento que interessa a todos os pais com filhos em escolas e universidades”, enfatizou.



Publicidade
Publicidade