Siga-nos!

Política

Escola Bíblica Dominical agora é patrimônio imaterial do RJ

Projeto de lei é de autoria do deputado estadual Samuel Mafalaia e foi sancionado pelo governador Witzel

Publicado

em

Homem lendo a Bíblia. (Foto: Reprodução)


O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, sancionou o projeto de lei que declara a Escola Bíblica Dominical como Patrimônio Imaterial do Estado.

A declaração foi assinada nesta quinta-feira (10) e publicada no Diário Oficial nesta sexta (11), como Lei nº 8282 DE 10/01/2019.

O projeto de lei sancionado é de autoria do deputado estadual Samuel Malafaia (DEM), irmão do pastor Silas Malafaia, e já havia sido aprovado pelos deputados.

Ao justificar o pedido de declaração, Samuel defendeu que a “escola bíblica dominical é, portanto, um processo de vida, que visa levar os alunos a uma mudança de comportamento para uma vida de temor, santidade e serviço cristão.”

O deputado também acrescentou no projeto de lei a história da escola dominical que foi fundada em 1855 em Petrópolis (RJ) pelo  casal de missionários escoceses, Robert e Sarah Kalley, chegou ao Brasil naquele ano e logo instalou uma escola para ensinar a Bíblia para as crianças e jovens daquela região.



Publicidade
Publicidade