Siga-nos!

igreja perseguida

Eritreia: Como sobrevive a Igreja Perseguida no país que se diz protestante

Resumo da vida dos cristãos no país da África Oriental.

Portas Abertas

em

Cristãos da Eritreia
Cristãos da Eritreia (Foto: Reprodução/Portas Abertas)

Na Eritreia existe a Igreja Ortodoxa que é a única denominação cristã reconhecida no país pelo governo, e é totalmente controlada pelas autoridades, portanto os cristãos não tradicionais enfrentam uma perseguição mais severa.

As igrejas domésticas no país são exterminadas pelas forças de segurança do governo que monitoram ligações e as atividades dos cristãos, além de aplicar vários ataques a eles.

Ao praticar a diferente da imposta pelo governo, os seguidores de Cristo são presos sem direito a defesa e mantidos em condições subumanas.

Piora da violência na Eritreia neste ano

De acordo com o relatório da ONU em junho de 2020, a Eritreia avançou em relação às violações dos direitos humanos, porém os cristãos fora da igreja ortodoxa e ex-muçulmanos ainda enfrentam extrema oposição da família, da comunidade e do Estado.

Muitos deles têm serviços e recursos essenciais para a vida negados. Um cristão que foi aprisionado em Eritreia, Musse, contou que compartilhou o evangelho de Cristo com outros detentos dentro da cadeia:

“Na prisão, um dos meus principais objetivos como cristão era evangelizar. Claro, é proibido fazer isso abertamente, mas fazíamos à noite, quando todos estavam dormindo”, contou ele.

“Muitas pessoas na prisão passam por diferentes frustrações e depressão. Por isso, elas amaram o que ensinamos e compartilhamos. Vimos muitas conversões e isso prova que o evangelho não pode ser acorrentado!”.

Para este ano era esperado um acordo de paz com a Etiópia, visando uma melhora dos direitos humanos no país, porém é bem provável que isso não aconteça, pois a violência tem piorado devido às divergências ocorridas na fronteira no outono de 2020.

Homens e mulheres cristãos são vulneráveis à perseguição

As perseguições ocorrem de toda parte na Eritreia, a maioria da violência é executada por grupos radicais, líderes religiosos, parentes e cidadãos não cristãos e oficiais do governo.

As mulheres de Eritreia também são convocadas para o serviço militar obrigatório, as cristãs que são recrutadas geralmente são expostas a todo tipo de violência, além de serem detidas.

A maioria dos homens cristãos são aprisionados por causa da sua fé, como são o único sustento da família, a esposa e os filhos passam necessidades.

A Portas Abertas tem trabalhado para que não falte assistência para os seguidores de Jesus na Eritreia.

Clique aqui para doar e ajudar os cristãos perseguidos.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus

Trending