Siga-nos!

Internacional

Erdogan critica Israel e pede que muçulmanos se unam contra Ocidente

Líder turco acusa “opressão em Jerusalém” contra palestinos.

em

Recep Tayyip Erdogan. (Foto: Murat Cetinmuhurdar/ Pool Photo via AP)

O polêmico líder turco Recep Tayyip Erdogan, criticou Israel durante discurso à Organização de Cooperação Islâmica e pediu que os muçulmanos se unam entre “irmãos e irmãs” para enfrentar o Ocidente e as conspirações contra os países islâmicos.

Visto por muitos como um ditador, Erdogan insinuou que seu país foi vítima de “ataques terroristas” por causa de sua “posição de princípios” contra a “opressão em Jerusalém”.

A Turquia mantém relações próximas com o grupo terrorista Hamas e afirma ser “voz solitária” que está se levantando para defender os palestinos e fomentou a unidade para combater Israel e o Ocidente.

Erdogan acusa Israel de estar piorando a “situação em Jerusalém e na Palestina” todos os dias, segundo informa o Jerusalém Post. Ele disse que Israel não reconhece justiça, lei, direitos ou humanidade e que isso “aprofunda a crise na região contra os muçulmanos”.

“Nunca pararemos de defender os direitos dos palestinos e de solidariedade com todos os oprimidos”, disse.

O líder da Turquia afirmou que o país quer “proteger melhor crianças, mulheres, idosos e deficientes contra ameaças ocidentais”. “Precisamos proteger nossa estrutura familiar”, disse.

 

 

  • Estudos Bíblicos 1 dia atrás

    Especialista em pregação bíblica ensina elaborar sermões impactantes em 30 dias