Siga-nos!

Sociedade

Entre 30% e 40% dos CDs e DVDs evangélicos vendidos no Brasil são clonados

Gravadora lança sistema inédito de combate à pirataria

Avatar

em

Publicidade

Embora o aumento da venda de músicas por meios digitais pareça anunciar a morte dos CDs para breve, essa forma de distribuição de mídia ainda resiste, especialmente entre as classes mais baixas.

Mas a pirataria no setor fonográfico há anos tem sido uma preocupação em várias esferas produtivas da indústria cultural brasileira. Com um mercado sempre crescente, o chamado segmento gospel tem registrado um novo tipo de crime assustando os empresários do setor. Trata-se não apenas da reprodução ilegal comum nas ruas, mas a verdadeira clonagem de CDs e DVDs que acabam sendo vendidos como originais para lojas.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

No segmento evangélico brasileiro, que tem passado por uma grande transformação nos últimos anos, investigações apontam que entre 30% e 40% dos CDs e DVDs evangélicos comercializados nas livrarias e lojas especializadas são de produtos clonados.

Repassados como originais ao consumidor final, a margem de lucro é maior, mas os artistas e gravadoras continuam perdendo. Nelson Tristão, diretor da Onimusic, decidiu desenvolver um sistema de monitoramento que permite a fácil identificação se o produto adquirido é falsificado.

O executivo explica que esse sistema foi desenvolvido após a conclusão que os falsificadores de cds e dvds estavam se especializando na “clonagem”, ou seja, produzem o material com o mesmo processo de fabricação industrial legal. Ele acredita que os produtos clonados invadiram o mercado por conseguirem ludibriar muitos lojistas que os adquiriam sem saber a gravidade do crime que estavam se envolvendo. Porém, também já ficou constatado que alguns atacadistas fizeram “vista grossa” e distribuíram os produtos irregulares aos varejistas visando um lucro maior.

As gravadoras do segmento estão investigando, e a Onimusic pede que os consumidores e profissionais que trabalham na área usem esse novo sistema que chega com a proposta de combater a pirataria. Não apenas isso, mas denunciem, ajudando os artistas e seus ministérios “a viverem dignamente do fruto de seus trabalhos”.

Continua depois da Publicidade

O sistema é bem simples e pode ser conhecido pelo site www.onimusic.com.br, você deve clicar em monitoramento de produto, seguir os passos indicados e receber imediatamente a resposta via e-mail. O vídeo abaixo explica melhor como funciona:

[youtube code=”VgBGUEaL7QM”]

Sugerimos a leitura também deste artigo; O crente e os produtos piratas.

Publicidade