Siga-nos!

Mundo Cristão

Embaixador de Israel no Brasil visita réplica do Templo de Salomão

O megatemplo será inaugurado oficialmente no dia 31 de julho

em

O embaixador de Israel no Brasil, Rafael Eldad, esteve em São Paulo no último dia 22 para visitar o Templo de Salomão, o megatemplo que está sendo construído pela Igreja Universal do Reino de Deus.

O bispo Domingos Siqueira e sua esposa, Núbia, o pastor Miguel Lacerda, sua esposa Ana Beatriz e os responsáveis pela Universal Engenharia acompanharam o embaixador nesta visita mostrando todas as instalações do local.

A primeira área que o embaixador conheceu foi o Cenáculo do Espírito Santo onde funcionará o Memorial do Templo. Neste espaço ficará disponível ao público um material interativo mostrando desde o primeiro Templo de Salomão até a construção desta grandiosa obra que está localizada no bairro do Brasil, na capital paulista.

Eldad ficou fascinado pelo cenário e tocou uma das colunas lembrando de sua terra. “Isto lembra a minha casa de Jerusalém, que também tem essas pedras”, disse ele.

O embaixador quis saber porque a Igreja Universal usou as medidas do primeiro templo e não do segundo e o bispo Domingos explicou que a denominação queria algo grandioso. “Porque o primeiro era mais grandioso. O segundo Templo era menor, Herodes modificou muitas coisas. Não tinha a mesma grandeza do Templo construído por Salomão”.

O segundo espaço visitado foi o “Jardim das Oliveiras” onde estão as doze árvores centenárias, as oliveiras produzem azeitonas e dá origem ao azeite de oliva, óleo mencionado na Bíblia como elemento que simboliza o Espírito Santo.

Em seguida o embaixador passou pela Menorá que é um candelabro que simboliza a perfeição de Deus e a Presença do Altíssimo, e depois caminhou até a Esplanada que dá para a entrada para a nave.

Rafael Eldad ficou maravilhado com o Templo de Salomão e com a rapidez da obra. “É uma obra maravilhosa. Quatro anos é muito pouco tempo para construir algo tão grandioso, com tantos detalhes. É grande, grande, grande como o Brasil. Não tenho palavras”.

“Impossível não ficar impressionado com as dimensões dessa obra, pelos detalhes, pela beleza e pelo tamanho de todo esse espaço com capacidade para dez mil pessoas. Eu nunca vi algo assim antes. A altura, as pedras de Jerusalém, a referência às coisas antigas. Quero agradecer à Universal pela obra gigantesca e desejar sucesso”, disse o embaixador.

Publicidade