Siga-nos!

igreja

Em nota, Igreja Presbiteriana diz confiar na inocência de Milton Ribeiro

Igreja manifesta apoio ao pastor, que vem sendo acusado de tráfico de influência.

em

Milton Ribeiro
Milton Ribeiro (Foto: Cleia Viana / Câmara dos Deputados)

A Igreja Presbiteriana decidiu emitir nota sobre o caso envolvendo o ex-ministro Milton Ribeiro, que é pastor da denominação e que foi acusado de, supostamente, estar envolvido em esquema de tráfico de influência no Ministério da Educação (MEC).

De acordo com a nota, a instituição expressa sua confiança na inocência do líder evangélico, afirmando que não cabe a denominação “sentenciar”, mas que mantém “plena certeza e esperança de que as provas do processo se apresentarão” e que elas serão “favoráveis à inocência do reverendo Milton Ribeiro”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Não nos compete sentenciar… Temos plena certeza e esperança de que as provas do processo se apresentarão, na devida instância, favoráveis à inocência do reverendo Milton Ribeiro”, diz o comunicado emitido pela Comissão Executiva do Presbitério de Santos (SP), onde o pastor atua desde 1994.

Além disso, a denominação aponta que no decorrer das investigações “também oportunizará que noticiemos que seu serviço na gestão do MEC contribuiu significativamente para a promoção da educação da Nação”.

“A prisão preventiva do reverendo Milton Ribeiro não possui elementos que justifique a abertura de processo regular com vista à sentença eclesiástica, pois não possui caráter condenatório, haja visto a ausência de julgamento do processo e sentença pronunciada”, diz a Comissão do Presbitério de Santos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Por fim, a nota esclarece que a trajetória de Milton Ribeiro como pastor tem como base princípios familiares, pedindo bom senso para a avaliação do caso por parte dos demais pastores presbiterianos, evitando pré-julgamentos.

“O reverendo Milton Ribeiro possui a postura de homem de família, dada a sua educação sob o cuidado de uma professora e servidora pública e de um homem de bem e trabalhador; também se tornou construtor, com cuidado e respeito, de uma família, como seguindo um legado, ao lado de sua esposa, com quem providenciou as suas duas filhas as devidas oportunidades de afeto, educação e futuro; que semanalmente visita sua mãe, professora aposentada e idosa, com providência de mantimento e, muitas vezes, fazendo a refeição dela”, diz a nota.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

E conclui: “não se terá o inocente por culpado, nem o delituoso sem dolo. E nem ocasião à perturbação e à contenta para que tumultuem a comunhão cristã”.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending