Siga-nos!

Política

Edir Macedo denuncia conchavo político contra Bolsonaro e ora pelo presidente

Religioso diz que há muita coisa podre na política

em

Bispo Edir Macedo. (Foto: Reprodução / Instagram - Edir Macedo)

O bispo Edir Macedo esteve no Rio de Janeiro neste domingo (19) ministrando em um templo da Igreja Universal do Reino de Deus. Durante o culto, ele denunciou um conchavo político contra o presidente Jair Bolsonaro e também contra o prefeito Marcelo Crivella, seu sobrinho.

Ao falar sobre a atual crise política do governo Bolsonaro e o Congresso, Macedo citou interesses financeiros de políticos insatisfeitos com a forma de governar do presidente.

“Os que estão sofrendo querendo fazer impeachment é porque estão perdendo e querem fazer dinheiro para as próximas eleições. Os políticos que querem tomar o lugar é porque querem fazer caixa e voltar a roubar como antigamente”, disse.

O fundador da Igreja Universal, declarou que “tem muita coisa podre” na política que os fiéis presentes no culto desconhecem, mas que deveriam ser ditas pelos próprios políticos. “Vamos mudar essa situação pela fé”, determinou o religioso.

Edir Macedo então ora pelo presidente. “Nós elegemos Bolsonaro então seja com ele meu Pai. Seja com ele. Remova aqueles que querem amarrá-lo, que querem impedi-lo dele fazer um excelente governo. Ele pegou esse país, meu pai, caído, quebrado, assaltado, roubado, espoliado, desgraçado, pra mudar a história dele meu pai. Então eu te peço, fortaleça, meu pai, o Bolsonaro”.

Ele também defendeu seu sobrinho, prefeito do Rio de Janeiro, dizendo que ele é perseguido por fazer a coisa certa. “Crivella, que está enfrentando o impeachment do inferno, porque ele quer fazer o que é certo e acabar com as mamatas que vem se perpetuando de governos passados”, declarou Macedo.

Publicidade