Siga-nos!

Mundo Cristão

Organizadora da Expocristã repudia Rede Globo por criar feira evangélica

A empresa organizadora da Expocristã pode perder espaço no mercado de feiras

Publicado

em

Expocristã 2012


A EBF divulgou nesta terça-feira (27) uma nota à imprensa mostrando sua insatisfação com GEO Eventos que anunciou no mesmo dia o lançamento da Feira Internacional Cristã, que concorre diretamente com a Expocristã, feira realizada pelo grupo EBF há 12 anos.

Na nota, a empresa de Eduardo Berzin Filho informa que chegou a firmar um contrato com a empresa de eventos ligada às Organizações Globo em 2010 para a promoção do Festival e Troféu Promessas.

Nesse contrato a EBF teria que colaborar com a produção do evento ao longo do ano de 2011 veiculando matérias sobre o evento, anúncios e peças que promoviam tanto Festival como o Troféu Promessas.

A insatisfação se dá pelo fato da GEO ter criado a FIC deixando a EBF de fora. “Recentemente a EBF foi surpreendida por diversas ações da GEO Eventos, que vem oferecendo ao mercado propostas de um evento voltado ao público sem a concordância e participação da EBF, alijada do processo de maneira antiética e unilateral”, a nota.

A empresa contesta, dizendo que foi ela quem introduziu a empresa de eventos da Globo no meio cristão e que hoje está perdendo alguns parceiros que ainda acham que as duas empresas ainda estão trabalhando juntas.

“A EBF Comunicações esclarece que não possui vínculo nem envolvimento nestas iniciativas e declara de forma veemente que repudia o modo como a GEO eventos/Globo Comunicação e Participações S.A. vêm tratando o assunto, deixando de reconhecer direitos legítimos que a EBF tem garantido por contrato assinado entre as partes”.

Leia a nota na íntegra:

A EBF Comunicações esclarece que participou da concepção dos eventos denominados Festival e Troféu Promessas com o intuito de abrir as portas da empresa GLOBO COMUNICAÇÃO para o evangelho de Cristo. De acordo com contrato firmado com as empresas GEO Eventos, Som Livre/Globo Comunicação e Participações S.A., a EBF promoveu o lançamento do festival e troféu em 2010 e colaborou com a produção durante todo o ano de 2011, até a sua realização, veiculando em suas publicações matérias, anúncios e ainda várias peças de comunicação para que tal evento se tornasse realidade.

O contrato assinado foi cumprido de forma ética e integral por parte da EBF, que prima por conceitos cristãos.

Recentemente a EBF foi surpreendida por diversas ações da GEO Eventos, que vem oferecendo ao mercado propostas de um evento voltado ao público sem a concordância e participação da EBF, alijada do processo de maneira antiética e unilateral.

Uma vez que foi a EBF Comunicações quem introduziu a GEO Eventos no meio cristão por ocasião do contrato celebrado entre as partes, essas ações têm gerado questionamentos para empresas e ministérios que compõem o segmento por entender que as ações atuais daquela empresa têm ainda a anuência da EBF.

Desta forma, a EBF Comunicações esclarece que não possui vínculo nem envolvimento nestas iniciativas e declara de forma veemente que repudia o modo como a GEO eventos/Globo Comunicação e Participações S.A. vêm tratando o assunto, deixando de reconhecer direitos legítimos que a EBF tem garantido por contrato assinado entre as partes.

Neste ínterim, a EBF seguirá as instruções do seu departamento jurídico, que está representando a empresa em seu fiel compromisso de prestar serviços relevantes para o meio evangélico, através dos projetos e eventos.

A EBF Comunicações reforça ainda que prima por sua neutralidade e respeito em relação aos diversos segmentos cristãos, sejam eles representados por tradicionais, pentecostais, neo pentecostais e comunidades que vêm qualificando a EBF ao longo dos anos como apoiadores de ministérios focados na difusão do evangelho de Jesus.



Publicidade
Publicidade