Siga-nos!

Educação

Doria libera apostilas com ideologia de gênero: “aqui em SP não fazemos censura”

Governador de São Paulo havia considerado “erro inaceitável” distribuição do material.

em

João Dória (Foto: Valter Campanato / Agência Brasil)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que mandou devolver as escolas as apostias que haviam sido recolhidas por fazerem apologia à “Ideologia de Gênero”, sem nenhuma alteração no material.

Doria aproveitou para fazer um paralelo com o ocorrido no Rio de Janeiro, onde o prefeito Marcelo Crivella mandou recolher na Bienal do Livro livros impróprios para crianças.

“Houve uma certa mistura de temas com o que aconteceu no Rio. Aqui em São Paulo não fazemos censura”, disse Doria.

A decisão do governador paulista se deu após decisão judicial que obrigava o governo a devolver em 48 horas as apostilas sob o argumento de que a medida “lesava o patrimônio público e o erário”.

Apesar de o governo de São Paulo ter a possibilidade de recorrer da decisão, Doria disse que preferiu não entrar em confronto. “Ao invés do confronto, nós preferimos o diálogo”, disse.

Apostila

Trecho da apostila apreendida pelo Governo de São Paulo (Foto: Reprodução / Facebook)

Na apostila distribuída pelo governo Doria, existe um trecho em que defende “que ninguém nasce homem ou mulher”, ideia defendida pela Ideologia de Gênero.

Após críticas, a apostila foi recolhida e Dória chegou a afirmar que houve um “erro inaceitável”.

Publicidade