Siga-nos!

Política

Trump defende propostas para “ensino bíblico” em escolas públicas

Críticos alegam que propostas violam a separação entre Igreja e Estado

em

Donald Trump. (Foto: Montagem)

Nesta segunda-feira (28), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manifestou seu apoio às propostas de legisladores de seis estados que permitiriam às escolas públicas oferecer aulas de ensino bíblico.

“Vários estados propondo aulas de Alfabetização Bíblica, dando aos estudantes a opção de estudar a Bíblia. Estamos começando uma reviravolta? Ótimo!” , escreveu ele no Twitter.

Deputados republicanos de Dakota do Norte, Missouri, Indiana, Virgínia Ocidental, Virgínia e Flórida estão esperançosos que essa mudança venha a ocorrer num futuro próximo. Trump muitas vezes recebeu o apoio dos líderes evangélicos, considerados fundamentais para sua campanha vitoriosa, mas essas propostas não partiram de pastores.

A possibilidade de escolas públicas oferecerem aulas eletivas sobre a Bíblia, com foco em seu significado histórico, é criticada por opositores ao presidente. Eles argumentaram que eles poderiam violar a separação constitucional entre Igreja e Estado.

O deputado de Dakota do Norte, Aaron McWilliams, co-autor do projeto de lei em seu estado, explica: “Sim, há uma separação entre Igreja e Estado, mas não há uma separação entre livros e educação. Se não tivermos uma boa compreensão fundamental sobre isso, não vamos entender como nosso país foi fundado e outros países a usaram [Bíblia] para formar o mundo que temos hoje”.

Publicidade