Siga-nos!

Política

Dodge pede ao STF para derrubar deportação sumária de terroristas

Portaria foi editada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

em

Raquel Dodge (Foto: Nelson Jr./STF)

Raquel Dodge pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão da portaria assinada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, que prevê a deportação sumária de estrangeiros suspeitos de terrorismo e outros crimes graves.

Prestes a deixar o comando da Procuradoria-Geral da República, Dodge afirma que a portaria institui tratamento discriminatório a estrangeiros, ferindo o princípio da dignidade humana, além de, segundo ela, violar o princípio da ampla defesa.

A portaria criticada pela procuradora-geral foi editada em julho, mas somente agora ela resolveu se manifestar sobre o tema, dias antes de ser substituída no comando do Ministério Público Federal.

Através de uma Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) contra a Portaria 666/2019, ela argumenta que direitos fundamentais da pessoa humana são desrespeitados com a proposta de Moro.

O STF pode decidir por suspender a portaria, o que impediria a exportação de criminosos perigosos que adentraram o país nos últimos anos.

Publicidade