Siga-nos!

Mundo Cristão

Documentário conta a história de pastor chinês morto pelo regime norte-coreano

Ele pregou para mais de 1.000 pessoas na fronteira entre China e Coreia do Norte, até que em 2016 foi brutalmente assassinado.

em

Pastor Sang-chul. (Foto: Reprodução / Youtube)

Um documentário conta a história do pastor Han Chung-Ryeol, um pastor chinês de origem coreana que foi morto por conta de sua fé depois de ter evangelizado mais de 1.000 norte-coreanos.

Han atuou na fronteira entre China e Coreia do Norte por muitos anos até ser assassinado em 2016. Sua história será contada por um curta-metragem produzido pela The Voice of the Martys, com depoimentos de Sang-chul, um homem que foi ajudado pelo pastor.

Segundo ele, Han ministrava na cidade fronteiriça de Changbai desde o início dos anos 90, ministrou a milhares de norte-coreanos ao longo dos anos – muitos dos quais haviam fugido do país atingido pela fome em busca de comida e emprego.

O pastor forneceu ajuda prática, como alimentos e roupas, e apresentou a cada pessoa o Evangelho antes de enviá-las de volta à Coréia do Norte para compartilhar Cristo e ajudar suas famílias.

Sang-chul conta que recebeu ajuda do pastor quando mais precisava, enquanto tentava vender cogumelos para ajudar sua aldeia. Sem falar chinês, o norte-coreano pode confiar no pastor que saiu vendendo seus produtos para os chineses e entregava todo o dinheiro para que ele pudesse alimentar sua família.

Ao questionar seus motivos, Sang-chul ouviu dele que ele ajudava as pessoas por ser um cristão e então Han dividiu a mensagem do Evangelho com ele.

Com a semente plantada, Sang-chul logo passou a compartilhar a mensagem de Cristo com sua esposa, mesmo temendo o que poderia acontecer com eles. “Era muito perigoso para mim compartilhar”, disse ele, segundo informações do The Christian Post.

Assista (em inglês):

Publicidade