Siga-nos!

mundo

Ditadura cubana autoriza abertura de 32 empresas privadas

As novas companhias só poderão contratar até 100 funcionários.

em

Miguel Díaz-Canel
Miguel Díaz-Canel, primeiro-secretário do Partido Comunista de Cuba (Foto: Reprodução/Flickr)

Nesta quinta-feira (30), o Ministério da Economia de Cuba anunciou a autorização de 32 pequenas e médias empresas privadas no país. O comunicado ocorreu nove dias depois da reforma econômica implantada pelo Partido Comunista.

Os novos negócios vêm de 11 das 15  províncias do país. Na produção de alimentos serão ao todo 13 empresas, no setor industrial serão seis e o restante das companhias se concentram na área de reciclagem e atividades tecnológicas.

No entanto, os empreendimentos deverão ser constituídos como sociedades anônimas e só poderão contratar até 100 funcionários, de acordo com o Partido Comunista.

Os novos operadores privados também contarão com linhas de crédito e fontes de financiamento disponíveis, segundo a Revista Oeste.

“A medida autoriza a criação desses novos atores econômicos, que já podem proceder à sua constituição como pessoas jurídicas para exercer suas atividades econômicas”, informou o Ministério da Economia, em nota divulgada pela imprensa local.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending