Siga-nos!

sociedade

Distrito escolar condena “lobby LGBT” em e-mail enviado para professores

Diretora assistente enviou carta para professores apoiarem agenda LGBT.

Avatar

em

Hilliard Davidson High School em Hilliard, Ohio
Hilliard Davidson High School em Hilliard, Ohio (Foto: Reprodução/Wikipedia)

Um distrito escolar de Ohio, nos Estados Unidos, reconheceu que um e-mail enviado pelo diretor assistente instruindo professores  a encorajar os alunos a escrever cartas aos membros do conselho municipal em apoio a uma agenda pró-LGBT “não era apropriado”.

O Hilliard City Schools emitiu um comunicado na semana passada depois que a diretora assistente da Hilliard Davidson High School, Kristen Clausen, gerou polêmica enviando o e-mail aos funcionários da escola, revoltando professores.

No e-mail enviado por Clausen, ela anuncia que a escola estaria executando uma programação para conscientização sobre o Mês da História Negra, sendo que o administrador da área de Columbus, com quase 2.000 alunos, deveria dedicar “bloco de tempo de 22 minutos” em uma agenda específica sobre o tema.

Ela pediu também aos professores que incentivassem os alunos sobre um projeto de lei “antidiscriminação” elaborado por dois membros do Conselho Municipal de Hilliard, juntamente com um aluno da Hilliard Davidson High School.

O objetivo do projeto de lei seria “expandir as leis antidiscriminação existentes para que nossa cidade possa proteger as pessoas que são de comunidades relacionadas à orientação sexual, identidade de gênero, expressão de gênero, idade, deficiência, estado civil e gravidez porque nossa lei atual em Hilliard faz não inclui membros da comunidade relacionados a essas classes.”

“Agora, precisamos de VOCÊ. Precisamos que VOCÊ compartilhe com nossos funcionários eleitos, na forma de uma cópia impressa, por que a expansão da legislação anti-discriminação é necessária “, escreveu.

“Se você sofreu discriminação por causa de orientação sexual, identidade de gênero, expressão de gênero, idade, deficiência, estado civil e gravidez, compartilhe suas experiências também para que possamos ajudar as pessoas que nos atendem a entender por que precisamos de uma legislação que proteja todas as pessoas . Há uma caixa onde você pode entregar sua carta na secretaria”, continuou.

O e-mail também instruía os professores a informarem aos alunos que, se eles estivessem interessados em escrever uma carta aos membros do conselho municipal apoiando a proposta, “eles podem fazê-lo e deixá-los no escritório central na caixa designada ou para a Sra. Smith, o mais tardar na próxima quarta-feira, 24/02, visto que estaremos no aprendizado remoto na próxima quinta e sexta-feira.”

O Center for Christian Virtue, organização conservadora, decidiu denunciar a atitude de Clausen, alegando em seu site que a lei antidiscriminação promovida pelo e-mail contém dispositivos controversos, que estão sendo alvos de debate.

De acordo com o Christian Post, o presidente da CCV, Aaron Baer, ​​argumentou que “a lei exigiria abrigos para desabrigados e abrigos contra violência doméstica para permitir que os homens tomassem banho e belichassem com as mulheres”.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending