Siga-nos!

Internacional

Dezenas de missionários forçados a fugir do Haiti em meio à onda de violência

“Há muitas pessoas que estão insatisfeitas com o governo e com o modo como o presidente está fazendo as coisas”, conta missionária.

Avatar

Publicado

em

Protestos no Haiti
Protestos no Haiti. (Foto: AP)
Publicidade


A crise econômica e social do Haiti tem gerado tumultos em diversos lugares do país. Os manifestantes pedem a renúncia do presidente Jovenel Moise. Segundo a reportagem da CBN News, muitos cidadãos não conseguem mais transitar livremente pelas ruas por conta da onda de violência.

“Tem havido muitas manifestações no Haiti desde o ano passado. Há muitas pessoas que estão insatisfeitas com o governo e com o modo como o presidente está fazendo as coisas”, conta Lisa Honorat, uma missionária que fugiu do país.

Publicidade

Leia mais...

Ela conta que “havia barreiras, saques, pneus queimados e carros em chamas. Se alguém tenta sair na rua, tentam destruir o seu carro. É muito perigoso.”

Por sua vez, James Roberts, vice-presidente da missão Haiti Arise, diz que os tumultos e a violência começaram quando os depósitos de alimentos e combustíveis foram fechados.

Publicidade

“As pessoas não podem nem comprar comida, isso quando acham alguma disponível. Estávamos começando a ficar sem comida para alimentar o nosso povo”, disse ele.

Membros da missão Projeto Dirt Road tinha planos de viajar para o Haiti para ajudar com a escassez de alimentos e fornecer outra ajuda, mas o Departamento de Estado dos EUA ordenou uma evacuação de todos os cidadãos americanos do país. Este é um sinal que as coisas estão definitivamente saindo de controle. Agora, após dezenas de missionários já terem saído, a chegada de novos ficou impossível.




Gosta do nosso conteúdo? Considere ajudar nosso ministério! Saiba mais em apoia.se/gospelprime


Comente!
Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Trending