Siga-nos!

Política

“Devemos ao Lula um julgamento justo”, diz Gilmar Mendes

Mendes já havia defendido que o ex-presidente aguardasse em liberdade.

em

Gilmar Mendes. (Foto: Nelson Jr./SCO/STF)

Para o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ser anulada.

O ministro avalia que se ocorrer a suspeição do julgamento do ex-juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, isso poderá levar a um novo processo.

“Anular a condenação (do Lula) se eventualmente ocorrer por questão de suspeição, isso leva a um novo processo. Eventualmente isso pode ocorrer”, disse.

As declarações do ministro foram dadas em entrevista à Reuters, em seu gabinete no Supremo. Gilmar Mendes também afirmou que Lula deve ter um “julgamento justo”.

“A gente tem que reconhecer que devemos ao Lula um julgamento justo”, afirmou ele.

Com  a posição do ministro, a narrativa de que o ex-presidente foi condenado injustamente parece já ter convencido alguns membros da Corte.

Essa narrativa ganhou força depois dos vazamentos de conversas pessoais de autoridades da Lava Jato, que vieram a público depois de uma invasão hacker dos celulares dos envolvidos nas investigações.

Publicidade