Siga-nos!

igreja perseguida

Depois de ser liberto pelo Supremo, cristão volta a ser preso no Irã

Pastor é condenado novamente a sentença de seis anos.

em

Supremo Tribunal do Irã

Um dos nove cristãos libertados no dia 30 de dezembro, o pastor Addolreza Ali (Matthias) Haghnejad, foi preso novamente em 15 de janeiro e transferido de volta para a prisão de Anzali para uma sentença de seis anos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Recentemente, o Supremo Tribunal iraniano ordenou uma revisão do caso dos nove cristãos, que originalmente haviam sido presos e condenados por “colocar em risco a segurança do Estado” e “promover o sionismo”.

De acordo com ICC, em setembro de 2019 suas sentenças foram proferidas, sendo posteriormente confirmadas em fevereiro de 2020 sem a presença deles ou de seus advogados.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Depois que a Corte iraniana tentou reavaliar os crimes de membros da igreja, o pastor Matthias passou duas semanas em casa com a família enquanto os casos estavam sob revisão.

Ele foi então convocado ao tribunal, preso e transferido de volta para onde já havia cumprido pena. Suas acusações estão relacionadas a uma sentença que foi anulada em 2014, sobre “agir contra a segurança do país, formando um grupo e propagando o cristianismo fora da igreja e em igreja doméstica, provendo  informações aos inimigos do Islã”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending