Siga-nos!

Esportes

Demitido por postar versículos, jogador pede que cristãos preguem o arrependimento

Israel Folau postou I Coríntios 6:10 em suas redes sociais.

em

Israel Folau. (Foto: Reprodução)

Em abril deste ano o jogador de rugby australiano Israel Folau foi demitido por postar uma mensagem nas redes sociais dizendo que os homossexuais estavam condenados ao inferno.

O trecho de I Coríntios 6:10 foi usado pelo jogador e ele foi duramente criticado por isso. Apesar de perder o emprego no time Wallabies, a seleção australiana de rugby, o atleta cristão tem mantido suas crenças e usado sua influencia para falar sobre a fé.

Recentemente ele esteve em uma igreja no subúrbio de Sidney e pediu aos cristãos que preguem o arrependimento às pessoas. “Isso não é um jogo… a vida aqui como um cristão não é um playground… somos chamados como soldados de Cristo para ir lá e lutar o bom combate e, ao mesmo tempo, mostrarmos amor e graça para as pessoas”.

Folau foi demitido e, em maio deste ano, seu contrato foi rasgado “por violação de alto nível do Código de Conduta dos Jogadores Profissionais”. O valor do contrato era de US$ 4 milhões.

O atleta disse que estava cumprindo seu dever como cristão. “Como australianos, nascemos com certos direitos, incluindo o direito à liberdade religiosa e o direito à liberdade de expressão. A fé cristã sempre fez parte da minha vida e acredito que é meu dever como cristão compartilhar a palavra de Deus”, disse ele na época, como publicou a ABC News australiana.

“Manter minhas crenças religiosas não deve impedir minha capacidade de trabalhar ou jogar pelo meu clube e país”, completou o atleta de 30 anos.

Publicidade