Siga-nos!

Esportes

Maior medalhista do Parapan testemunha: “Entendi por que Deus me fez assim”

Nesta quinta ele conquistou sua 32ª medalha de ouro na história do Parapan

em

Daniel Dias, no pódio com a medalha de ouro. (Foto: Washington Alves/EXEMPLUS/CPB)

O nadador paralímpico Daniel Dias é o maior medalhista brasileiro por acumular 32 medalhas em quatro edições dos Jogos Parapan-americanos.

A sua medalha de ouro mais recente foi conquistada nesta quinta-feira (29) e ele fez questão de agradecer a Deus por mais esta vitória.

Cristão, o atleta comentou ao Globo Esporte que gosta de orar antes de sair do quarto para se divertir antes das provas.

Daniel Dias nasceu com malformação congênita dos membros superiores e da perna direita. A deficiência, que na infância lhe trouxe muitas limitações e o fez sofrer muito bullying, hoje o permite ser um atleta de sucesso.

Ele conta que só em 2004, quando assistiu os Jogos Paralímpicos, foi que descobriu ser possível se envolver com esportes focados para pessoas com a sua condição e assim ele resolveu se matricular na natação e aprendeu em apenas oito lições a realizar os quatro estilos de natação: borboleta, nado de costas, nado peito e nado livre.

“Era a maneira de Deus me dizer: ‘Este é o seu dom. Use-o para falar de mim'”, contou

Daniel, em depoimento no filme “Luta e Triunfo” (Struggle and Triumph, título em inglês), produção da organização esportiva internacional cristã Atletas em Ação.

Hoje ele entende que este é o propósito de Deus para sua vida.

“Estou começando a entender por que Deus me fez assim. Mas o principal é servi-lo. E viver minha vida como um seguidor de Cristo. Todas essas conquistas vão desaparecer, mas o amor de Cristo nunca vai desaparecer”, afirmou.

Publicidade