Siga-nos!

Sociedade

Damares quer usar sistema de roubo de carros para encontrar desaparecidos

Novo sistema cruzaria dados para agilizar na procura

Avatar

Publicado

em

Damares Alves. (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)
Publicidade


O ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos pretende utilizar um sistema semelhante ao Sinal (Sistema Nacional de Alarmes da Polícia Rodoviária Federal) para encontrar pessoas desaparecidas.

Assim como acontece com o Sinal, que encontra veículos roubados, a pasta liderada por Damares Alves deseja criar um sistema integrado de localização de pessoas, substituindo assim o sistema atual que existe.

Publicidade

Leia mais...

“O Brasil tem 80 mil desaparecidos por ano, sendo 40 mil crianças e muitas delas não são localizadas. Para onde vão essas crianças? O Brasil consegue localizar carros roubados, porque não localiza as pessoas?”, questiona a ministra.

Damares já esteve com embaixador do Canadá no Brasil, Rick Savone, para conhecer o sistema usado no país norte-americano. Por lá há uma série de protocolos para isolar áreas onde há registros de desaparecidos, primeiro um perímetro de bairro, depois de cidade, até Estados. Todas as informações são integradas e com comunicação pela internet.

Publicidade

Criado em 2010, o Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos tem se mostrado ineficiente por ter apenas 64 registros. O que Damares propõe é um sistema onde os dados são cruzados e as informações são repassadas para os policiais, que têm acesso ao aplicativo do programa durante as abordagens nas estradas.




Gosta do nosso conteúdo? Considere ajudar nosso ministério! Saiba mais em apoia.se/gospelprime


Comente!
Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Trending