Siga-nos!

Internacional

Cuba coletará assinaturas para reivindicar liberdade de Lula

Regime totalitário comunista pede a liberdade do ex-presidente.

em

Lula em depoimento a Gabriela Hardt
Lula em depoimento a Gabriela Hardt. (Foto: Reprodução / Youtube)

O regime comunista de Cuba quer coletar assinaturas em escolas de todo o país para reivindicar a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso no Brasil por corrupção e lavagem de dinheiro.

Segundo noticiou o jornal estatal “Gramma”, nesta terça-feira (15), Lula está preso “por causas judiciais politizadas”, narrativa semelhante ao que vem repetindo os partidos de esquerda.

Chamada de “jornada de solidariedade”, a campanha pela libertação de Lula acontecerá até o próximo dia 28, dia seguinte ao aniversário de 74 anos do ex-presidente, preso desde abril do ano passado em Curitiba.

Além  de Lula, o regime totalitário de Cuba também promoveu uma campanha em solidariedade à Venezuela, em apoio ao ditador Nicolás Maduro devido as “agressões dos Estados Unidos”.

Publicidade