Siga-nos!

igreja perseguida

Cristãos são mortos na Índia por causa de sua fé

Após expulsão de aldeia, cristão ex-hindu é caçado por grupo extremista e morto por causa de sua fé em Jesus

Portas Abertas

em

Altares são espalhados por todo país, para que fiéis adorem a centenas de deuses hindus (Portas Abertas)

O assassinato aconteceu em 11 de julho. Munshu Tado, um cristão convertido do hinduísmo, praticante de sua fé em Jesus e evangelista em sua aldeia, já havia escapado dos naxalitas (grupo rebelde maoísta ativo na Índia) há alguns meses.

Ele e sua família foram expulsos da aldeia junto com outras 3 famílias por causa de sua fé cristã.

Infelizmente, em 11 de julho, eles o encontraram e o mataram, acusando-o falsamente de ser um informante da polícia que estava delatando os naxalitas à polícia.

Um parceiro da Portas Abertas  compartilha sobre a situação naquela região da Índia:

“A maioria dos cristãos é morta dessa maneira em áreas propensas aos naxalitas. Muitas vezes, as pessoas da aldeia que perseguem e boicotam os cristãos são incapazes de convencê-los a deixar o cristianismo. Finalmente, alguns deles se queixam falsamente aos grupos naxalitas de que os cristãos estão perturbando a paz da vila atraindo pessoas ao cristianismo, dando-lhes benefícios e informando a polícia sobre o paradeiro dos naxalitas. Os naxalitas então buscam esses cristãos (que muitas vezes já foram boicotados socialmente, perseguidos e expulsos pela vila) e os ameaçam a fim de que parem de se reunir com outros cristãos e compartilhar sobre Jesus e, assim, parar de perturbar a paz da vila. Quando eles não desistem da fé, são mortos aos olhos e conhecimento de todos. Foi isso o que aconteceu com Munshu Tado”.

Munshu era um jovem cristão vibrante, comprometido com sua fé e em compartilhar as boas novas de Jesus em todos os lugares que passava.

Membros do grupo extremista o advertiu várias vezes para interromper suas atividades cristãs. Ele quase foi morto no ano passado, mas fugiu com a família. Dessa vez, ele não se salvou.

Continue orando pela Índia 

Assassinatos são cometidos a cristãos sem que haja punição. Todos os cristãos são vistos como traidores de sua fé original, o hinduísmo, que aceitam dinheiro e benefícios para escolher o cristianismo. Escolas e hospitais missionários que antes eram o orgulho do país agora são vistos como bases de conversão, onde as pessoas são atraídas ao cristianismo.

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Trending