Siga-nos!

igreja perseguida

Cristãos são atacados durante culto na Costa do Marfim

Fiéis foram hostilizados por não participarem de um sacrifício tradicional da comunidade.

Portas Abertas

em

Cristãos em culto na Costa do Marfim (Portas Abertas)

Adeptos das religiões tradicionais africanas (ATR, da sigla em inglês) atacaram a igreja Generation of Followers, na aldeia de Kekékré, na Costa do Marfim. Os cristãos locais foram hostilizados durante o culto da manhã.

A ação foi uma retaliação pela recusa dos fiéis em participar de um sacrifício ritualístico da ATR. Várias pessoas ficaram feridas e receberam cuidado médico, mas a Portas Abertas ainda não recebeu mais informações sobre o ocorrido.

Na Lista Mundial da Perseguição 2020, a Costa do Marfim ficou entre os países em observação, na 70ª posição, com 42 pontos. Isso indica que as divisões étnico-regionais, que também coincidem com divisões religiosas, causaram conflitos no território.

Os principais tipos de perseguição são opressão islâmica, paranoia ditatorial, corrupção e crime organizado. Por isso, pessoas que encontraram Jesus e deixam antigas religiões como as tradicionais e o islamismo preferem viver a nova fé em segredo.

Há cerca de um mês, noticiamos a morte de um jovem cristão ex-muçulmano, que foi morto, incendiado pelo próprio irmão, que já o hostilizava desde sua conversão.

O jovem era proibido de se alimentar e tomar banho em casa, se não voltasse às antigas práticas do islamismo.

Você pode orar

A Portas Abertas convida os irmãos e irmãs do Brasil para interceder pelos cristãos da Costa do Marfim. Principalmente por aqueles que foram atacados.

Agradeça ao Senhor pelo testemunho da igreja, pois resistiu à tentação de ceder à pressão do medo.

Ore por cura a todos os feridos e que Deus continue a fornecer a coragem necessária no meio da crise.

Peça sabedoria divina aos líderes da igreja, para que consigam demonstrar o amor de Cristo tanto aos membros das igrejas, quanto à comunidade ao redor.

Você pode fazer mais

Jovens cristãos ex-muçulmanos na Costa do Marfim e tantos outros países do mundo estão enfrentando a perseguição dento de suas próprias casas.

Somente através do discipulado estes jovens e outros cristãos podem crescer e descobrir seu papel no corpo de Cristo.

Sua contribuição permite que eles participem do programa de discipulado no Norte da África.

Acesse o site e una-se à jornada de crescimento destes irmãos que compartilham da nossa fé, mas não da nossa liberdade.

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Trending