Siga-nos!

Mundo Cristão

Cristãos presos na Eritreia só serão soltos se “negarem a fé”

Relatório divulgado no início do mês fala sobre prisões e controle de organizações sociais

Avatar

em

Cristã da Eritreia. (Foto: Portas Abertas)
Publicidade

Mais de 30 cristãos membros de igrejas pentecostais foram presos recentemente pelas forças de segurança da Eritreia. O país africano é o 7º país mais persegue cristãos.

“Policiais estão realizando incursões contínuas nas residências particulares onde devotos de religiões não reconhecidas [pelo governo], especialmente cristãos pentecostais, se reúnem para orações em grupo”, disse o relatório mais recente da Fides News Agency.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

“Eles só são libertados se negarem a fé”, afirma o texto de acordo com o ministério Portas Abertas.

O relatório também informa que as autoridades da Eritreia estão exigindo o “controle total” de todas as organizações religiosas que prestam apoio para a população pobre daquele país onde 66% vive abaixo da linha da pobreza.

Ou seja, escolas particulares, clínicas médicas e orfanatos serão controlados pelo governo, impedindo assim que esses serviços cheguem a quem precisa para que a Palavra também não seja compartilhada.

Em maio as autoridades daquele país prenderam 141 cristãos, sendo 104 mulheres, 23 homens e 14 menores. A Eritreia é um dos países africanos mais hostis para com os cristãos, tanto que é chamado de “Coreia do Norte da África”.

Publicidade