Siga-nos!

Internacional

Corpos dos 34 cristãos executados pelo Estado Islâmico foram encontrados

Restos mortais dos cristãos estavam numa vala comum e foram encontrados pelas autoridades através de um drone

Publicado

em

Estado Islâmico


O Departamento de Investigações Criminais do Ministério do Interior da Líbia revelou que os corpos dos 34 cristãos etíopes assassinados pelo Estado Islâmico (EI), em 2015, foram encontrados através de imagens captadas por drones.

Uma vala comum com os restos mortais das vítimas foi detectada numa fazenda, perto da cidade costeira de Sirte, segundo a Reuters. Na ocasião do crime, a cidade era controlada pelos líbios que faziam parte do EI. Em 2016, o grupo terrorista foi expulso de lá por forças apoiadas pelas Nações Unidas.

Relembre o caso

Em abril de 2015, o Estado Islâmico divulgou um vídeo mostrando dois grupos de cristãos etíopes, em macacões cor de laranja, sendo mortos em uma praia da Líbia. Um grupo foi morto a tiros enquanto os outros foram decapitados.

Os cristãos executados estavam na Líbia procurando emprego como trabalhadores migrantes. No vídeo de 30 minutos, o Estado Islâmico alertou a “nação da cruz” que mais assassinatos viriam como vingança pelo “derramamento de sangue muçulmano”.

O governo líbio disse que os corpos descobertos serão repatriados para a Etiópia depois que “os procedimentos legais nacionais e internacionais forem concluídos”.



Publicidade
Publicidade