Siga-nos!

sociedade

Colorado derruba termo “agressor sexual” por “impactos negativos” em quem comete crimes

Decisão contra o uso do termo “agressor sexual” é desaprovado por vítima de estupro.

em

Homem com preso
Homem com preso (Foto: Direitos Reservados/Deposiphotos)

Na sexta-feira, em uma votação de 10 contra 6, o Conselho de Gestão de Agressores Sexuais do estado do Colorado (SOMB), nos Estados Unidos que é encarregado de controlar o tratamento para os condenados por crimes sexuais, decidiu pela substituição do título de “agressor sexual” por “adultos que cometem crimes sexuais”.

“Acho que isso atinge um equilíbrio que honra o impacto às vítimas e reconhece os impactos atuais e contínuos da agressão sexual, mas também evita o termo de rotulagem que tem impactos negativos sobre aqueles que cometem crimes sexuais”, disse um membro do conselho.

Os membros do conselho que defenderam a mudança alegaram que o Estado deveria usar linguagem que coloque a pessoa em primeiro lugar. A presidente do SOMB, Kimberly Kline, disse acreditar que a pesquisa realmente mostra que a atribuição do rótulo gera potenciais efeitos negativos na reabilitação.

“Referir-se a mim por um rótulo de algo que fiz metade da minha vida atrás é inapropriado e totalmente ofensivo”, argumentou um criminoso sexual registrado, Derek Logue, acrescentando ainda que seria melhor que fosse chamado de “cliente” da SOMB.

Enquanto isso, Jessica Dotter, do Conselho de Procuradores do Distrito do Colorado, critica a decisão ao demonstrar preocupação sobre o uso da linguagem da “pessoa em primeiro lugar” como uma forma de remover a responsabilização dos infratores e diminuir a experiência das vítimas.

As críticas também incluem a de Kimberly Corbin, uma sobrevivente de estupro, que argumenta que é aceitável usar a linguagem da “pessoa em primeiro lugar” ao se referir a coisas fora do controle do indivíduo, mas, segundo ela, esse não é o caso de um agressor sexual.

“Estou preocupada hoje depois de ouvir que seria impróprio ou ofensivo de alguma forma para mim me referir ao homem que me estuprou como um ‘agressor sexual'”, acrescentou ela de acordo com Faith Wire.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending