Siga-nos!

Ciência & Saúde

Cientistas anunciam avanço na busca pela “partícula de Deus”

Em um seminário dois grupos de cientistas tentaram mostrar que há uma partícula que interage com tudo que existe na Galáxia

Publicado

em



Aconteceu nesta terça-feira, 13, um seminário no Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (Cern, na sigla em francês) onde serão discutidos os resultados das pesquisas que tentam encontrar a “partícula de Deus”, ou seja, o “bóson de Higgs” que teria dado origem a todo universo.

O evento começou às 11 horas (horário de Brasília) e dois grupos independentes que trabalham na busca dessa partícula– o Atlas e o CMS – vão apresentar os resultados obtidos até o momento. Os pesquisadores dizem que houve um avanço considerável, mas a partícula ainda não foi encontrada.

“Não há o suficiente para se fazer qualquer afirmação conclusiva sobre a existência ou não-existência do Higgs”, diz a nota do Cern. A partícula se for encontrada, vai comprovar a teoria de como surgiu o Universo e tudo o que nele existe.  Eles tentam descobrir porque tudo que existe tem massa e que partícula deu origem a essa massa presente no Sol, nos Planetas, animais, vegetação e em todos os humanos.

O bóson de Higgs, nome dado a uma pesquisa feita por diversos físicos, incluindo Peter Higgs, é um modelo de pesquisa que prevê a existência de um “campo” que interage com tudo que existe no Universo e essa interação faz com que as partículas ganhem massa.

Desde então eles procuram essa partícula invisível e tentam provar que ela existe. Caso não seja possível à ciência terá que encontrar novas formas de explicar a Origem do Universo.

Com informações G1

 



Publicidade
Publicidade