Siga-nos!

Mundo Cristão

Cela ocupada por Asia Bibi mantém outra cristã acusada de blasfêmia

Shagufta Kausar, 45 anos, foi acusada por um líder muçulmano e condenada à morte.

Avatar

Publicado

em

Shagufta Kausar e Asia Bibi. (Foto: Reprodução / Montagem)
Publicidade


Os anos de prisão, perseguição e terror vividos por Asia Bibi ficaram para trás. Desde a semana passada a cristã paquistanesa e sua família estão seguros no Canadá.

Mas a cela que ela ocupou por nove anos, tempo que esteve presa condenada por blasfêmia, agora mantém outra mulher presa sob as mesmas condições: Shagufta Kausar, 45 anos, mãe de quatro filhos.

Publicidade

Leia mais...

Assim como Bibi, Kausar foi acusada e depois condenada à morte pelo crime de blasfêmia. Sua condenação foi dada em 2014 e ela permanece presa esperando as decisões judiciais na esperança de ser absolvida e, assim, não ser morta por conta da sua fé.

Seu marido, Shafqat Masih, 48 anos, também foi condenado à morte. Eles viviam em Gojra, região que foi brutalmente atacada por muçulmanos radicais em 2009. Cem casas foram incendiadas e sete pessoas foram mortas por uma multidão de extremistas, aumentando a tensão entre cristãos e muçulmanos.

Publicidade

Um líder muçulmano local denunciou o casal acusando-o de mandar mensagens de texto blasfemas.

A denúncia contra eles foi aceita, eles foram julgados e condenados. O caso agora será assumido pelo Saif-ul Malook, advogado de Asia Bibi que comentou sobre este casal em entrevista ao Christianity Today.

“O casal é inocente e não há provas legais substanciais disponíveis que comprovem que eles realmente enviaram mensagens de texto”, declarou o advogado.




Gosta do nosso conteúdo? Considere ajudar nosso ministério! Saiba mais em apoia.se/gospelprime


Comente!
Publicidade
    Publicidade
    Publicidade

    Trending