Siga-nos!

sociedade

Cartoon Network compartilha HQ promovendo ideologia de gênero

Essa não é a primeira vez que canal defende agenda LGBT.

Michael Caceres

em

HQ Cartoon Network
HQ Cartoon Network (Foto: Reprodução/Twitter)

O canal por assinatura Cartoon Network revelou no Twitter que juntamente com a National Black Justice Coalition criou várias histórias em quadrinhos com o objetivo promover a ideologia de gênero através do uso de pronomes, negando que uma criança pode ser identificada simplesmente como menino ou menina.

“O objetivo não é apenas normalizar os pronomes de gênero, mas também respeitá-los. Quer você use ele / ela / eles ou outra coisa, nós reconhecemos e AMAMOS você!”, escreveu a Network no Twitter.

Na primeira página da história compartilhada, tem uma explicação na parte inferior que diz que não podemos dizer o gênero de alguém somente olhando para eles, nem assumir que sabemos sobre, pois segundo eles existem muitas identidades de gêneros além de menina e menino e algumas pessoas não se identificam com um nem outro.

Em meio ao diálogo entre os personagens do HQ, há três deles falando sobre os pronomes de gênero, e um explica que são “ela/dela, eles / deles e ze/zir”. Um personagem diz que as pessoas ainda estão aprendendo sobre, então “se você se sentir confortável, pode compartilhar seu próprio pronome”.

Na segunda historinha aparecem mais três personagens distintos, um se apresenta como Kam e diz que seu pronome é “they/them”, termo usado em inglês para descrever eles ou elas, independente do gênero. Alex também se apresenta como eles/elas.

Chloe se apresenta e diz que se identifica com os pronomes ela/dela, e que achou que só existiam dois pronomes ela e ele. Kam agradece a todos por usar os pronomes que ele escolheu para si e diz que se sente respeitado, seguro e acolhido.

Na terceira historinha Stevionnie, que apareceu na primeira página, aparece sendo apresentada para Alex, ela o cumprimenta e já lhe diz que seus pronomes são they/them (eles, elas/deles/delas em português), Alex responde e também afirma que usa os mesmos pronomes.

“Uau! é um alívio conhecer pessoas que afirmam quem eu sou”, disse Alex.

No último quadrinho aparecem todos os personagens com um balão de coração em cima de suas cabeças, contendo os pronomes que escolheram. No rodapé aparece a frase: “Usar os pronomes das pessoas mostra respeito. Todos nós precisamos ser vistos e amados por quem nós somos!”.

Segundo o The Christian Post não é a primeira vez que o Cartoon Network usa sua plataforma para divulgar seu apoio ao movimento LGBTQ. Em 2019, a empresa compartilhou uma imagem de personagens populares de desenhos animados, com um arco íris para comemorar o orgulho LGBT.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending