Entretenimento

Campanha pede que cristãos troquem a Netflix pela Prime Video

Plataforma hospeda filme altamente ofensivo contra cristãos.

em

Gregório Duvivier e Fábio Porchat. (Foto: Reprodução / Netflix)

O filme altamente ofensivo produzido pelo Porta dos Fundos para o especial de final de ano na Netflix tem gerado uma campanha de cristãos contra a provedora global, inclusive pedidos de migração para a Prime Video, da Amazon.

No filme, Jesus Cristo é sugestivamente retratado como homossexual e sua divindade apresentada de forma sarcástica, o que provocou grande indignação de cristãos e até mesmo de conservadores.

A provedora de filmes e séries via streaming tornou-se alvo de críticas e de pedidos de suspensão da produção, incluindo um abaixo-assinado contra a Netflix e o grupo Porta dos Fundos.

Os usuários sugerem que os clientes cristãos, evangélicos e católicos, migrem para a Amazon Prime, concorrente no ramo de atuação e que tem a grade de entretenimento parecida com a Netflix, inclusive com preço mais baixo.

Em uma das cenas do filme, Jesus é surpreendido com uma festa de aniversário de 30 anos, quando em certa altura Maria e José lhe revelam que ele é adotado e seu verdadeiro pai é Deus, usando um tom sarcástico.

Gospel Prime - O cristão bem informado!