Siga-nos!

Política

Câmara de Vereadores de Florianópolis arquiva projeto votado em 26 segundos

Aumento de verba e auxílio-alimentação haviam sido analisados rapidamente.

em

Votação do PL 17870-2019. (Foto: Reprodução / NSC TV)

A manobra dos vereadores de Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina, de tentar aumentar a verba de gabinete e criar um auxílio-alimentação de R$ 1.091,89, sem chamar a atenção, acabou não dando certo e eles decidiram arquivar na íntegra o projeto.

O Projeto de Lei (PL) 17.870 havia sido aprovado em apenas 26 segundos, garantindo o aumento de 25% na verba de gabinete paga para a mesma estrutura da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), além do auxílio-alimentação.

Conforme nota divulgada nesta segunda-feira (15) pelo presidente da Câmara, Roberto Katumi Oda, e os vereadores que assinaram o projeto, eles “não poderiam desconsiderar o descontentamento da sociedade”. A assessoria do Poder Legislativo municipal disse que o Procurador-Geral da Casa analisa uma forma legal de fazer a retirada da proposta.

A decisão de arquivar o PL não foi unânime, mas partiu do presidente da Casa, que pode pedir de forma individual o arquivamento do projeto, com aval da Procuradoria. Antes ele teria chamado alguns vereadores para ter a opinião deles.

Populares e entidades do município criticaram a decisão de conceder o auxílio-alimentação e o aumento da verba aos políticos. Entre as entidades  estão a Câmara de Dirigentes Lojistas, o Observatório Social da capital e a Associação FloripAmanhã, segundo o G1.

Publicidade