Siga-nos!

Política

Bolsonaro se reúne com representantes de países muçulmanos e diz que Brasil está aberto a todos

Países muçulmanos são um dos principais consumidores dos produtos agrícolas do Brasil

Avatar

em

Jair Bolsonaro em jantar com muçulmanos
Jair Bolsonaro em jantar com muçulmanos. (Foto: Alan Santos/PR )
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro participou na semana passada do Jantar de Confraternização da Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (FAMBRAS), em Brasília, juntamente com alguns ministros como Tereza Cristina, da Agricultura, e Ernesto Araújo, das Relações exteriores.

Ao falar com 37 representantes de países muçulmanos, Bolsonaro agradeceu o convite de participar daquele jantar e  demonstrou desejo em manter os laços comerciais com os países muçulmanos, principais consumidores dos produtos agrícolas do Brasil.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

“Esperamos que os laços comerciais se transformem cada vez mais em laços de amizade, de respeito e de fraternidade”, disse Bolsonaro. Ele declarou ainda que seu governo “está de braços abertos a todos, sem exceção”.

A proximidade do Brasil com Israel poderia prejudicar essa relação comercial com países muçulmanos. A participação de Bolsonaro nesse jantar foi importante para amenizar qualquer crise existente.

Publicidade