Siga-nos!

Política

Bolsonaro não quer dinheiro público em filmes “como da Bruna Surfistinha”

Presidente criticou o ativismo por meio das produções audiovisuais e promete respeito às famílias

Avatar

em

Jair Bolsonaro. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente Jair Bolsonaro defendeu a transferência da Agência Nacional do Cinema (Ancine) do Rio de Janeiro para Brasília e declarou que o dinheiro público não deve ser usado para financiar produções audiovisuais que fazem ativismo.

Ele também criticou a produção de filmes como o da “Bruna Surfistinha”, ex-garota de programa que ficou famosa ao criar um blog contando as experiências com seus clientes até se apaixonar e se casar com um deles.

“Não posso admitir que, com dinheiro público, se façam filmes como o da Bruna Surfistinha. Não dá”, disse o presidente que comemorava os 200 dias de seu governo.

Segundo Bolsonaro, ele o ministro Osmar Terra, da Cidadania, já teriam conversado sobre a mudança da Ancine para Brasília.

“Não somos contra essa ou aquela opção, mas o ativismo não podemos permitir em respeito às famílias. É uma coisa que mudou com a chegada do governo”, declarou.

Publicidade