Siga-nos!

Política

Bolsonaro manda jornalista da Folha fazer faculdade novamente

Repórter do jornal desconhecia a diferença entre corte e contingenciamento.

Avatar

em

Jair Bolsonaro. (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O presidente Jair Bolsonaro conversava com jornalistas nesta quinta-feira (16), durante sua viagem aos Estados Unidos, quando foi questionado por uma repórter do jornal Folha de São Paulo sobre os cortes na Educação, tema que gerou protestos em pelo menos 200 cidades brasileiras nesta quarta.

“Bolsonaro, o senhor falou que não tem nenhuma universidade brasileira entre as 250 melhores do mundo. É cortando verbas que alguma universidade brasileira vai chegar a ser?”.

Leia mais...

O presidente responde: “O corte de verba não é maldade de alguém, não tem dinheiro. A palavra certa é contingenciamento”. A repórter rebate: “Contingenciamento é corte, presidente”, então uma terceira pessoa explica a diferença entre corte de verbas e contingenciamento.

“Contingenciamento é a suspensão do gasto durante um período até a receita se confirmar”.

Ao voltar a falar com a repórter, Bolsonaro orienta o jornal Folha de São Paulo a colocar seus jornalistas de volta na faculdade. “Vocês da Folha de São Paulo tem entrar de novo em uma faculdade que presta para aprender a fazer um bom jornalismo e não contratar qualquer uma ou qualquer um para ficar fazendo discórdia e perguntando besteira por aí”, disse.

O presidente disse que tinha respeito pela profissional e perguntou se ela gostaria de debater orçamento. Ela então questiona qual é a prioridade do orçamento do governo e Bolsonaro diz que não foi apenas a educação que entrou no contingenciamento, outras áreas também, como o caso da Ciência e Tecnologia.

Nas redes sociais Bolsonaro comentou o caso e postou vídeo sobre o momento: “Pela falta de recursos se faz contingenciamento. Todos os governos já fizeram isso, inclusive na Educação. Aqui nos Estados Unidos uma repórter da Folha desconhecia a diferença entre corte e contingenciamento. Nós explicamos”.

Continue lendo