Siga-nos!

Política

Bolsonaro já teria escolhido ministro evangélico para o STF

Políticos evangélicos especulam nome para vaga na Corte.

Michael Caceres

em

Jair Bolsonaro na 46ª AGE da CONAMAD. (Foto: Isac Nóbrega/PR)

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) já teria escolhido o “ministro evangélico” que ocupará vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), segundo anda falando a interlocutores o deputado Marco Feliciano (PODE-SP). O indicado seria um jurista jovem.

Sonia Racy, do Estado de São Paulo, informa ainda que o nome de Marcelo Bretas, que atualmente é o que mais agrada aos evangélicos, não é visto pelo deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) como “o perfil ideal para a função”.

Cavalcante disse que apoia a ideia de que o indicado seja jovem, “para ficar na corte por muito tempo”, sinalizando ainda que não existe intenção da Frente Parlamentar Evangélica de impor um prazo de atuação para ministros da Corte.

A especulação dos políticos se dá ao fato do presidente da República ter questionado se já não estaria na hora de um ministro evangélico no Supremo, durante participação em uma Convenção da Assembleia de Deus Ministério de Madureira, em Goiás.

Bretas tem sido o nome mais pedido, já que ganhou destaque na atuação da Lava Jato no Rio de Janeiro e em embates jurídicos com o ministro Gilmar Mendes, do STF.

O juiz de primeira instância também é responsável por ter mandado prender Michel Temer.

Publicidade