Siga-nos!

Política

Bolsonaro: “Brasil começa a se libertar do socialismo e do politicamente correto”

Presidente promete que “nossa bandeira jamais será vermelha”

Avatar

em

Logo após receber a faixa presidencial de Michel Temer, o novo presidente da República, Jair Bolsonaro, fez um  discurso no parlatório do Palácio do Planalto. Ele apontou que seu governo fará uma guinada na política brasileira.

“É com humildade e honra que me dirijo a vocês como presidente do Brasil. Me coloco diante de toda a nação como o dia em que o Brasil começou a se libertar do socialismo, da inversão de valores, do gigantismo estatal e do politicamente correto”, inciou Bolsonaro.

Além de reforçar a necessidade de redução do tamanho do Estado, criticou a “ideologia” que favorece a criminalidade no país. “Também é urgente acabar com a ideologia que protege bandidos e criminaliza policiais. Nossa preocupação será com a segurança das pessoas de bem e da garantia do direito de propriedade e da legítima defesa. Nosso compromisso é valorizar e dar respaldo para todas as forças de segurança”.

Declarou também: “vamos retirar o viés ideológico de nossas relações internacionais. Vamos em busca de um novo tempo para o Brasil e os brasileiros. Por muito tempo, o Brasil foi governado por interesses partidários. Vamos restabelecer a ordem do nosso país. Vamos, dia e noite, perseguir o objetivo de tornar o nosso país um local próspero e seguro para os seus cidadãos”.

O novo mandatário acrescentou que pretende “restabelecer padrões éticos e morais que transformarão o nosso Brasil. A corrupção, os privilégios e as vantagens precisam acabar. Tudo que propusermos e faremos, a partir de agora, tem um propósito comum e inegociável: os interesses dos brasileiros em primeiro lugar”.

Sob os gritos de “mito”, encerrou o discurso segurando a bandeira, juntamente com o vice, Hamilton Mourão, repetindo seu mote de campanha: “Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”, para completar com outro bordão usado por ele nas eleições: “essa é a nossa bandeira, que jamais será vermelha. Só será vermelha se for preciso o nosso sangue para mantê-la verde e amarela”.

Publicidade