Siga-nos!

mundo

Boko Haram mata 110 pessoas em ataque terrorista mais violento do ano

Terroristas atacaram agricultores nigerianos que trabalhavam no campo.

Michael Caceres

em

Agricultores sendo sepultados
Agricultores sendo sepultados (Foto: Reprodução/YouTube)

Em 28 de novembro, homens armados em motocicletas, ao que tudo indica pertencentes ao grupo terrorista Boko Haram, atacaram trabalhadores rurais que estavam em campos de arroz, perto da aldeia Koshobe, a 20 km de Maiduguri, no estado de Borno, Nigéria, cerca de 110 trabalhadores foram mortos.

Um colaborador das Nações Unidas chamou o evento de “o ataque direto mais violento contra civis inocentes neste ano”. Edward Kallon, residente da ONU e coordenador humanitário na Nigéria disse estar “indignado e horrorizado com o apavorante ataque contra civis”, se referiu ele a todas as comunidades rurais perto da cidade de Maiduguri.

“Pelo menos 110 civis foram mortos sem piedade e muitos outros ficaram feridos neste ataque”, disse o oficial. “Apelo para que os autores deste ato hediondo e sem sentido sejam levados à justiça”, acrescentou.

Kallon também expressou o seu medo de que várias mulheres pudessem ter sido sequestradas.

Nos últimos anoso Boko Haram e sua facção, o Estado Islâmico na Província da África Ocidental (ISWAP), foram responsáveis por vários ataques na região, apesar de não terem reivindicado a responsabilidade por esse último ataque.

Em 2015 quando o presidente nigeriano Mahammadu Buhari assumiu o cargo ele prometeu acabar com a crise de segurança no país. “Eu condeno a morte de nossos agricultores trabalhadores por terroristas no estado de Borno. O país inteiro está ferido por essas mortes sem sentido ”, disse o porta-voz do presidente.

No sábado, o governador de Borno, Babaganan Umara Zulum, assistiu o enterro de 43 pessoas, dos corpos recuperados, na aldeia de Zabarmari. Ele insistiu ao governo federal que recrutasse mais soldados da Força Tarefa Conjunta Civil e combatentes da defesa civil no intuito de proteger os agricultores dessa área.

Ele também explicou a situação em que as pessoas se encontram: “Por um lado, eles ficam em casa, podem ser mortos pela fome e pela inanição; de outro, vão para suas fazendas e correm o risco de serem mortos pelos insurgentes ”, afirmou Zulum.

O The Christian Post reportou que no início do mês o Boko Haram matou 12 cristãos, incluindo um pastor, também sequestraram nove mulheres e meninas em ataques no mesmo estado.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending