Siga-nos!

israel

Ativista do Monte do Templo processa polícia por assédio

Ação foi movida contra a polícia israelense e agência de segurança.

em

Monte do Templo (Foto: Mahmoud Illean/AP)

Uma ativista do Monte do Templo, coordenadora de Nova Mídia de “Beyadenu for the Temple Mount”, entrou com uma ação judicial contra a polícia e a agência de segurança Shabak alegando assédio ilegal pelas duas agências.

A ação, exigindo 200.000 NIS em indenização, foi apresentada pela Adv. Adi Ben-Hur em nome de Maayan Barbie, que afirma ter passado por uma série de assédios, ligações ameaçadoras e uma prisão humilhante que incluiu uma revista corporal na entrada do Monte do Templo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Segundo Barbie, o caso começou em agosto de 2020, quando ela começou a receber telefonemas de números desconhecidos, onde indivíduos não identificados alegaram que ela era “requisitada para interrogatório”, e que a mesma “tinha uma dívida”.

Eles disseram que ela deveria ir a uma delegacia em Jerusalém. No entanto, Maayan sabia que não tinha dívidas, então começou a andar pelas ruas sempre acompanhada, temendo o desconhecido. Seu advogado chegou à delegacia de Moriah para saber sobre a conduta da polícia, mas não recebeu resposta.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais tarde, policiais chegaram à casa dos pais de Barbie em Haifa, e causaram grande pânico aos seus pais. Em 25 de agosto, Maayan chegou ao Monte do Templo e foi detida sem nenhuma explicação. A polícia confiscou ilegalmente seu telefone, privando a mesma de falar com seu advogado e descobrir a causa de sua detenção.

Após ser detida, Maayan foi levada para a delegacia perto do Muro das Lamentações, onde foi solicitada a levantar a saia e expor sua roupa íntima. Revistas íntimas também foram realizadas. Quando o advogado de Maayan chegou à delegacia, seu “interrogatório” já havia terminado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

De acordo com God TV, Barbie acredita que o objetivo desta “investigação” era assustá-la. A ação foi apresentada nos últimos dias no Tribunal do Magistrado de Jerusalém, acusando assédio sexual, violação da Lei de Difamação e da Lei de Proteção à Privacidade, prisão falsa e mais.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending