Siga-nos!

Sociedade

Atirador da escola em Suzano tinha frase da “Bíblia Satânica” escrita em caderno

Jovem também escrevia táticas de jogos de vídeo games, palavras de ódio e desenhos de armas

Avatar

em

Caderno de atirador
Caderno de atirador. (Foto: Talita Marchao/UOL)
Publicidade

Nos cadernos de Guilherme Taucci Monteiro, 17 anos, um dos autores do massacre na escola de Suzano, a Polícia Civil encontrou uma frase da “Bíblia Satânica”.

O texto escrito pelo jovem diz: “Quando caminhando em território aberto, Não aborreça ninguém. Se alguém lhe aborrecer, peça-o para parar. Se ele não parar, Destrua-o”.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

Além dessa citação, as anotações mostram que o jovem escrevia as táticas de jogos de vídeo game como o Garena Free Fire e Call of Duty, além de muitas palavras de ódio e desenhos de armas.

A Polícia Civil está analisando os celulares dos atiradores e ainda os computadores que eles usavam na lan house no bairro onde Guilherme e Luiz Henrique de Castro, 25 anos, moravam.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), a motivação dos atiradores ainda é desconhecida.

Sabe-se, porém que o crime foi premeditado por mais de um ano e que os autores do massacre usaram um fórum extremista na chamada Deep Web para pegar informações de como realizarem o ataque.

Publicidade