Siga-nos!

mundo

Atentado suicida em um mercado lotado no Iraque mata pelo menos 32 pessoas

Esses ataques, antes comuns na capital iraquiana, tornaram-se mais raros nos últimos anos.

em

Iraque
Destruição no Iraque (Foto: Reprodução/Portas Abertas)

Dois homens-bomba detonaram coletes explosivos em um mercado lotado no centro de Bagdá na manhã de hoje (quinta-feira), matando pelo menos 32 pessoas no maior desses ataques em vários anos, segundo o governo.

Os ministérios da Saúde e do Interior, que relataram o número de mortos, disseram que pelo menos 100 ficaram feridos.

“O primeiro homem-bomba se explodiu depois de fingir que estava doente para reunir pessoas ao seu redor”, disse o major-general Khalid al Muhanna, porta-voz do Ministério do Interior. Ele disse que o homem-bomba caiu no chão e detonou o colete depois que as pessoas correram para ajudá-lo. O segundo bombardeiro detonou seu explosivo minutos depois.

O general Muhanna disse que as autoridades suspeitavam que os agressores estivessem ligados ao grupo terrorista do Estado Islâmico ou a uma ramificação dele, embora nenhum grupo tenha assumido a responsabilidade imediatamente.

Após as explosões de quinta-feira, o primeiro-ministro Mustafa al-Kadhimi convocou uma reunião de emergência de seu gabinete e oficiais de segurança. Esses ataques acontecem na véspera das primeiras eleições agendadas para junho de 2021.

O nível de violência enfrentada pelos cristãos aumentou drasticamente no Iraque no último ano – o que, em grande parte, é a razão do Iraque ter subido do 15º em 2020 para o 11º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2021. Além disso, os relatos de igrejas sendo fechadas após os ataques da Turquia no Norte do Iraque e um ligeiro aumento no número de cristãos sequestrados também contribuíram para que o país subisse no ranking.

A gerente de uma das organizações parceiras da Portas Abertas no Iraque pede orações pelos cristãos no país. “Por favor, ore pela segurança das pessoas, das vítimas e de suas famílias”, diz Shifa. “Ore para que esses bombardeios não sejam mais um motivo para os cristãos deixarem o Iraque”, diz a parceira, lembrando que desde o ano passado, centenas de famílias cristãs que haviam deixado o país, retornaram e estavam reconstruindo suas casas, igrejas e vidas no Iraque.

Ao longo dos últimos 30 anos tem havido uma fuga em massa de cristãos do Iraque. Essa situação piorou desde que o Estado Islâmico invadiu o país, em 2014, levando ainda mais cristãos a fugir. Agora, muitos deles já voltaram para suas cidades, que precisam ser reerguidas.

A igreja iraquiana está severamente enfraquecida devido à enorme perseguição dos últimos anos, principalmente com o deslocamento em massa forçado pelo Estado Islâmico em 2014. A igreja no Iraque tem um enorme desafio pela frente para impedir a extinção do cristianismo em seu país.

Ajude aos cristãos no Iraque

A Portas Abertas trabalha por meio de parceiros locais e igrejas para apoiar os cristãos no Iraque com distribuição de Bíblias, treinamentos, ajuda emergencial em crises, microcréditos e projetos socioeconômicos para autossuficiência a longo prazo.

Além de orar por eles, você pode ajudar de forma prática doando para os projetos da Portas Abertas de apoio aos cristãos perseguidos. Doando para esta campanha, você possibilita a reconstrução de casas e igrejas no Iraque.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus

Trending