Siga-nos!

Internacional

Atentado a bomba em igreja do Egito deixa um morto e feridos

Ato terrorista ocorre na véspera do Natal no país, celebrado este domingo

Avatar

em

A minoria cristã copta celebra o Natal nesta segunda (7), seguindo o calendário ortodoxo. Em meio às celebrações, uma bomba foi colocada na entrada de uma igreja m Ezbet el Haggana, no bairro de Nasr City.

Após fiéis identificarem uma mala suspeita, a polícia foi chamada e, ao tentar desarmá-la, explodiu. O membro do esquadrão antibomba Mustafa Obid, acabou morrendo na explosão, que deixou pelo menos três feridos.

A polícia cercou a região. Nenhum grupo terrorista reivindicou a autoria do ataque até o momento. As Forças Armadas reforçaram as medidas de segurança para garantir que os coptas possam fazer seus cultos e celebrações alusivos ao Natal no país.

Nos últimos anos a perseguição aos cristãos tem aumentado no país. Em 2017, duas igrejas foram vítimas de atentados a bomba que deixaram dezenas de mortos. Em novembro do ano passado, pelo menos sete cristãos morreram e outros 14 ficaram feridos durante o ataque terrorista contra um ônibus que levava fiéis coptas para casa após uma reunião de oração no mosteiro de São Samuel, na província egípcia de Minya.

O ataque ocorreu na mesma área onde, o grupo extremista Estado Islâmico  atua desde 2013, espalhando o terror entre os que se negam a tornarem-se muçulmanos. No ranking anual da missão Portas Abertas, o Egito é o 17º país que mais persegue cristãos no mundo.

Publicidade