Siga-nos!

Internacional

Ataques a duas mesquitas deixam 49 mortos na Nova Zelândia

Nas redes sociais acusam nacionalistas de praticarem o crime

Publicado

em

Família muçulmana após tiroteio na mesquita Al Noor
Família muçulmana após tiroteio na mesquita Al Noor. (Foto: SNPA / Martin Hunter / Reuters)


Duas mesquitas foram alvos de ataques nesta sexta-feira (15) – noite de quinta no Brasil – na cidade de Christchurch, na Nova Zelândia.

Pelo menos três homens teriam participado dos ataques nas mesquitas de Al Noor e Linwood.

A primeira a ser atacada foi Al Noor, onde 41 mortes foram confirmadas. O atirador filmou todo o ataque. Em Linwood sete pessoas morreram. Uma vítima faleceu no hospital. Dezenas de pessoas foram feridas e estão hospitalizadas.

As primeiras informações sobre a autoria do crime é que um dos assassinos era branco.

A primeira-ministra do país, Jacinda Ardern, disse que as três pessoas custodiadas suspeitas de terem relação com o crime não tinham ficha criminal e não eram monitoradas pelos serviços de inteligência por estarem “fora do radar”. Uma quarta pessoa presa foi liberada por não ter ligação com os ataques.

Por conta dos atentados, o alerta de terrorismo foi elevado para o nível mais alto e as autoridades ordenaram o fechamento de todas as mesquitas, colégios, prédios públicos e foi dado a ordem para que as pessoas não saiam de suas casas.



Publicidade
Publicidade