Siga-nos!

eventos & conferências

Assembleia de Deus faz “culto híbrido” em São José dos Campos

Igreja volta a inovar com culto drive-in, presencial e online.

Michael Caceres

em

Assembleia de Deus em São José dos Campos (Reprodução)

No meio da pandemia da covid-19, quando os números de casos estavam aumentando, a Igreja Assembleia de Deus em São José dos Campos, liderada pelo pastor André Câmara, promoveu o primeiro culto drive-in em comemoração aos 79 anos da denominação, agora promoveram um “culto híbrido”.

A ideia foi realizar um culto onde os membros pudessem acompanhar individualmente, respeitando o distanciamento e os limites de pessoas, participar de dentro de seus carros, com formato drive-in e acompanhar online, com transmissão ao vivo.

Para conseguir adaptar o templo, Câmara decidiu quebrar as paredes externas, antecipando uma obra que já estava prevista, mas que agora serviria para promover a ideia e reunir os fiéis em um ambiente único e seguro, evitando o contágio por coronavírus.

“Já vínhamos pensando em ampliar nossa igreja, pelo crescente número de pessoas antes da pandemia que estavam chegando, mas esse ‘novo normal’ nos fez antecipar essa reforma, até reforçando nossa preocupação com a segurança dos membros”, disse André.

Tanto os membros que estavam em seus veículos, como os que conseguiram entrar no templo, que não eram do grupo de risco, assim como aqueles que preferiram assistir de suas casas, todos puderam acompanhar o culto promovido pela igreja. O objetivo do projeto foi atender a todos os grupos que queriam participar dos cultos de alguma forma.

“A ideia surgiu porque já estávamos fazendo três cultos no domingo. O culto das 16h30 já era exclusivo para drive-in do lado de fora no estacionamento, decidimos tentar unificar em um só, é o que chamamos de culto híbrido por serem em três formatos: presencial, online e drive-in. Algo que nunca vimos ser realizado”, revela Pastor.

Atualmente a igreja comporta até 700 pessoas sentadas, mas está com a capacidade reduzida para 300 pessoas, a fim de seguir as normas de isolamento. Com a possibilidade de membros acompanharem o culto em seus carros, o número pode aumentar sem infração ou risco para a saúde dos participantes.

Trending