Siga-nos!

Mundo Cristão

Igreja cria “Arena dos Solteiros” e ensina namoro em santidade

A ideia não é criar casais, mas pelo menos 20 pares já foram formados nos cultos

em

A Igreja Batista do Bosque, em Rio Branco (AC) realiza um culto direcionado para solteiros. O nome das reuniões é “Arena dos Solteiros”, pois para o pastor Elcimar Costa esse grupo de pessoas vive em constante guerra.

“As arenas eram construídas para os gladiadores, que duelavam pela própria vida. E nós compreendemos que o solteiro faz o mesmo, porque uma escolha errada pode atrapalhar toda uma história de vida. É uma guerra”, disse.

O pastor também fala sobre a parte sexual, dizendo que manter a pureza também é uma guerra. “Os solteiros cristãos têm também a guerra de casar sem ter relação sexual no namoro. Acreditamos que o sexo antes atrapalha o casamento”, diz Costa em entrevista ao G1.

A Arena dos Solteiros realiza encontros para ensinar quem está só a ser feliz independentemente de ter ou não um relacionamento. “Ensinamos o solteiro a ser feliz. As igrejas procuram tratar os conflitos depois do casamento, mas a relação começa para vencer ou fracassar ainda no namoro. Para ser um bom marido e boa esposa, a pessoa tem que demonstrar quem é ainda na época de solteiro, se trata bem a família, se é preguiçosa ou gosta de estudar, qual o nível de envolvimento com Deus. Por exemplo, se o homem trata a mãe de maneira agressiva, ele vai tratar a esposa também”, ensina o pastor.

O culto não tem o objetivo de unir casais, mas Costa testemunha que cerca de 20 casais já se formaram meses encontros, como aconteceu com o casal Rafael Ruan, 21 anos, e Izamara Alves, 20 anos, que há dois anos se conheceram na Arena dos Solteiros, se tornaram amigos e há tempo começaram a namorar.

“No começo, fiquei assustada, porque eu só o via como meu amigo. Mas quando começou o interesse dele, eu já estava desconfiando. Depois disso, teve um longo processo que foi conversar com os pastores e o tempo de oração”, diz a jovem.

Outro casal que formado pelo culto da Igreja Batista do Bosque foi Gabriel Monteiro, de 22 anos, e Clícia Freitas, de 25 anos, juntos há quase um mês. Os estudantes se conheceram durante o culto mas o interesse de um pelo outro demorou a aparecer. “Aos poucos fomos nos conhecendo”, relembra Gabriel.

Quem participa dos cultos recebe alguns conselhos do pastor para ter um relacionamento duradouro: “A primeira coisa necessária é amar a Deus sobre todas as coisas; a segunda é aprender a respeitar a família e a terceira é o caráter, independente da religião; depois disso, é preciso entender qual o seu tempo”.

Para quem quer casar, o pastor pede cautela para que não sejam movidos apenas pela paixão. . “As pessoas casam pela emoção e, quando não dá certo, dizem que casaram porque estavam apaixonadas. Só que a paixão não segura um casamento, é o amor. E o amor é construído ao longo do tempo é uma decisão, uma atitude”.

  • Estudos Bíblicos 1 dia atrás

    Especialista em pregação bíblica ensina elaborar sermões impactantes em 30 dias