Siga-nos!

Internacional

Apos Trump retirar tropas, Turquia inicia operação militar contra curdos na Síria

Curdos haviam atuado com os Estados Unidos no combate ao Estado Islâmico.

em

Recep Tayyip Erdogan. (Foto: Murat Cetinmuhurdar/ Pool Photo via AP)

A Turquia iniciou nesta quarta-feira (9) uma operação militar na Síria, tendo como alvos a minoria curda, dois dias após o governo dos Estados Unidos retirar seus soldados da região.

Visto por muitos como um ditador, Recep Erdogan afirmou que seu bombardeio tinha o objetivo de criar uma “zona segura” e livre dos curdos que atuam no nordeste sírio.

Donald Trump, presidente americano, havia anunciado no domingo que retiraria as tropas americanas da fronteira entre Turquia e a Síria, afirmando que já era “hora de nós (EUA) sairmos dessas guerras sem fim, ridículas”.

“Vamos combater onde tivermos benefício, e apenas combater para vencer. Turquia, Europa, Síria, Irã, Iraque, Rússia e os curdos agora vão ter que solucionar essa situação e (decidir) o que fazer com os combatentes do Estado Islâmico capturados em sua ‘região'”, escreveu Trump no Twitter.

Com a saída das tropas americanas, abriu-se espaço para a atual ofensiva turca no nordeste da Síria. Os curdos chegaram a atuar juntamente com os Estados Unidos no combate ao Estado Islâmico.

Publicidade