Siga-nos!

justiça

André Mendonça vota com Gilmar para anular condenação na Lava Jato

Para a conclusão do caso, está pendente o voto do ministro Nunes Marques.

em

André Mendonça (Foto: Rosinei Coutinho/STF)

O ministro André Mendonça, apresentado como “terrivelmente evangélico” no Supremo Tribunal Federal (STF), votou por anular a condenação do ex-senador do MDB, Valdir Raupp, em uma ação decorrente da Operação Lava Jato.

Em outubro de 2020, ele havia sido condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso, mas agora a Segunda Turma tem maioria para aceitar recurso da defesa e absolver o ex-parlamentar.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Contrariando o relator do caso, ministro Edson Fachin, que votou pela condenação do ex-parlamentar, apontando que havia indícios suficientes de que o condenado recebeu recursos provenientes do esquema de desvios da Petrobras, Mendonça proferiu voto divergente.

O ministro acompanhou Gilmar Mendes, que abriu divergência e opinou que não havia provas contra o ex-senador. Essa é uma das primeiras manifestações de Mendonça como ministro do STF em um dos casos decorrentes da Lava Jato.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

De acordo com O Globo, além de Gilmar Mendes e André Mendonça, o ministro Ricardo Lewandowski também votou por livrar o ex-senador.

Para a conclusão do caso, está pendente o voto do ministro Nunes Marques.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending