Siga-nos!

Entretenimento

Em discurso feminista, “Amor & Sexo” da Globo insinua sabotar governo Bolsonaro

Programa assume tom panfletário e dá voz à discurso dos movimentos de esquerda

Avatar

em

Fernanda Lima
Publicidade

O programa “Amor & Sexo” desta semana assumiu mais uma vez um tom panfletário e deu voz à discurso dos movimentos de esquerda nesta terça-feira (6). A apresentadora Fernanda Lima já havia usado e abusado dessa estratégia no primeiro programa desta temporada, exibido no início do mês passado.

O bordão “ele não”, lema de uma campanha nacional contra Jair Bolsonaro, foi ouvido repetidas vezes. A rejeição do público foi evidente, com uma das menores audiências da rede Globo no ano.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

No episódio de ontem, Fernanda Lima fez um novo discurso, onde deu a entender que é preciso “sabotar” o novo governo, repetindo clichês conhecidos.

“Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão… homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de força, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós e todos vocês. Prepara-se, porque essa luta não tem volta. Bora sabotar tudo isso?”, sentenciou.

A reação nas redes sociais foi grande, com muita gente questionando a necessidade desse tipo de acusações infundadas, falando em “tirania” logo após uma eleição que seguiu os trâmites eleitorais normais.

Muita gente também lembrou que Fernanda vive nos Estados Unidos, é casada com um homem e tem dois filhos, no melhor estilo “família tradicional”.

Continua depois da Publicidade

Assista!

Publicidade